FÓRMULA 1: GP da França - Corrida e Infográficos


  • Max Verstappen venceu com a Red Bull no circuito Red Bull Ring com uma estratégia de uma parada mudando de Supersoft para Soft;
  • A temperatura de pista mais alta que dias anteriores levou as equipes usarem táticas de duas e uma parada;
  • Houve uma grande variedade de estratégias diferentes no top 10 e um número extramente alto de carros com problemas mecânicos.

Texto e fotos: Pirelli

Foi um GP da Áustria imprevisível e muito disputado, muito influenciado pelas altas temperaturas do asfalto em comparação com os dias anteriores, isso gerou algumas bolhas para alguns pilotos.


Enquanto os pilotos no top 10 optaram por estratégias diferentes, todos em uma parada, vários outros na pararam duas vezes, nesta corrida também se viu um número incomum de abandonis devido a problemas técnicos. Max Verstappen ganhou o grande prêmio na casa da Red Bull, ele começou em 4ª com pneus Supersoft, assim como três outros pilotos do top 10. Kimi Raikkonen, que terminou em segundo, marcou a volta mais rápida da corrida em 1m06.957s.


Mario Isola, gerente mundial de Motorsport da Pirelli: "Foi uma corrida particularmente exigente, com temperaturas de asfalto mais elevadas do que nos últimos dias, o que levou alguns pilotos a terem problemas com as bolhas, com várias estratégias de uma ou duas paradas. A formação de bolhas foi exacerbado pelo fato de que quase todos os pilotos optarem pelo segundo stint com os pneus Soft: um composto que vai usar menos do que o outro nomeado para esta corrida, tem mais borracha na banda de rodagem e aquece mais, o que o torna mais suscetível a bolhas. O resultado final foi uma corrida tensa e excitante, que adiciona mais uma reviravolta na luta pelo campeonato, no próximo fim de semana estaremos em Silverstone para a terceira corrida consecutiva".

Comportamento dos pneus durante a corrida


Stints por piloto


Resultados e Campeonatos
Eduardo Abbas. Tecnologia do Blogger.