FÓRMULA 1: Grande Prêmio da Inglaterra - Corrida


  • Hamilton vence o GP da Inglaterra com uma estratégia de uma parada para troca de Supermacio para Macio;
  • Seu companheiro de equipe Valtteri Bottas usou uma estratégia diferente, fez uma primeira parte mais longa usando Macios e depois trocou para Supermacios;
  • Estamos investigando junto com a Ferrari o problema acusado com ambos pilotos há duas voltas a do final.

Texto e fotos: Pirelli

Lewis Hamilton venceu o Grande Prêmio da Inglaterra igualando o recorde de vitórias em Silverstone. O piloto Inglês Mercedes largou na pole position com pneus Supermacios e trocou para macios, sem perder a liderança. A mesma estratégia foi utilizada pela maioria dos outros pilotos.


Valtteri Bottas escolheu uma estratégia oposta do companheiro de equipe começando com pneus Macios e recuperando posições durante as paradas dos rivais quando então trocou para os Supermacios e conseguindo chegar em segundo lugar.
Algumas voltas do final, Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen acusaram problemas no pneu dianteiro esquedo. Raikkonen fez pit stop antes do companheiro o que ainda permitiu subir ao pódio enquanto Vettel acabou tendo o pneu furado que o fez perder algumas posições. Os técnicos da Pirelli estão analisando profundamente os pneus danificados junto com a equipe Ferrari, para compreender as causas dos dois problemas, já se sabe que foram diferentes um do outro.
Silverstone é um dos circuitos mais desafiadores, com os carros que estão sujeitas a cargas superiores a 5G. Fazendo sua estreia neste circuito, o pneu Supermacio respondeu bem a essas necessidades. Por exemplo, Daniel Ricciardo da Red Bull, que largou em 19 ° devido a uma grande penalidade, fez a primeira parte da corrida com Supermacios e acabou chegando em quinto lugar.

Mario Isola, líder de competições de veículos da Pirelli: "O GP da Inglaterra teve um final amargo para ambos os pilotos da Ferrari, com Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen, ambos sofreram um problema com os pneus numa corrida de final muito disputado. É uma pena e, obviamente, vamos analisar por que isso aconteceu junto com a equipe. A corrida teve um ritmo impressionante, com a volta mais rápida que é mais baixas quase cinco segundo em comparação com o recorde da corrida em 2016".

Melhor tempo do dia por composto

Stint mais longo da corrida por composto


A previsão Pirelli
Lewis Hamilton venceu com apenas um pit stop. A estratégia foi muito influenciada pelo nível de degradação do Supermaciot. Hamilton é largou com este composto e trocou por macios na volta 25.

Resumo dos Pit Stops em Silverstone

Eduardo Abbas. Tecnologia do Blogger.