Honda e Takuma Sato vencem a Indianápolis 500


  • Piloto veterano da Honda vence Helio Castroneves no duelo final da lendária competição;
  • Trata-se da 12º vitória da Honda em 17 participações na Indianápolis 500;
  • O novato Ed Jones termina em terceiro.

Texto e fotos: Honda

A Honda abriu o segundo século de competições no Indianápolis Motor Speedway da mesma forma que fechou os 100 anos de corrida no famoso Brickyard: com uma emocionante vitória.


O veterano Takuma Sato liderou a prova, superando o tricampeão da Indy, Helio Castroneves, em um duelo feroz nas últimas 11 voltas, consagrando-se como o primeiro piloto japonês a vencer na 101ª corrida da Indianápolis 500.
Sato estava atrás de outro piloto Honda, Max Chilton, com Castroneves em terceiro e o excelente novato Ed Jones, em quarto. Quando a bandeira verde acenou pela última vez para iniciar a volta 189, Sato rapidamente trilhou seu caminho à frente em seu Andretti Autosport Honda. A batalha pela vitória tornou-se um duelo de dois pilotos durante seis voltas, com Castroneves liderando e, em seguida, Sato fazendo uma ultrapassagem por fora para a liderança na Curva 1, com apenas cinco voltas restantes, segurando a vitória com uma diferença de apenas dois décimos.
Terminando em terceiro, Ed Jones, o campeão da Indy Lights em 2016, fez o máximo de sua estreia na Indianápolis 500. Apesar de ter sofrido com danos por duas vezes em seu Dale Coyne Racing Honda, devido a detritos de dois dos quatro acidentes na corrida, Jones entrou no grupo principal nas últimas 20 voltas e ultrapassou Castroneves na última volta. Seu terceiro lugar foi melhor entre os quatro novatos na corrida deste ano.
O terceiro concorrente da Honda para a vitória - Max Chilton, da Chip Ganassi Racing - liderou a corrida durante 50 voltas, depois de problemas no início da prova. Ajustes feitos durante as primeiras paradas nos boxes deixaram Chilton no mesmo ritmo dos líderes gerais, permitindo que ele liderasse a prova durante quatro ocasiões separadas nas 200 voltas.
Problemas mecânicos eliminaram outros dois carros da Honda Andretti, com Ryan Hunter-Reay saindo da prova na volta 136, depois de liderar 28 voltas, perdendo apenas para Chilton em número de voltas na liderança, em uma corrida com um recorde de 15 líderes diferentes. O bicampeão mundial de Fórmula 1, Fernando Alonso, continuou seu impressionante desempenho de novato no "Brickyard", liderando por 27 voltas, antes de sair na volta 180.
Equipes e pilotos da IndyCar preparam-se para uma agitada agenda de três corridas nas próximas duas semanas, começando com o fim de semana duplo  nos dias três e quatro de junho, com corridas de sábado e domingo no circuito de rua de Belle Isle em Detroit, Michigan.
Eduardo Abbas. Tecnologia do Blogger.