LANÇAMENTO: Q3 1.4 Flex, o teste da semana

O novo lançamento da Audi já foi testado pelo BorrachaTV On-Line com exclusividade em uma quase viagem no tempo

Texto: Eduardo Abbas
Fotos: Audi do Brasil

Andar de carro novo é sempre muito bom, agora, andar de carro novo recém lançado é melhor ainda! Um dos modelos mais esperados do mercado em 2017 já faz parte do portfólio de testes que o BorrachaTV On-Line tem com seus parceiros mais fiéis, aqueles que ajudam a engrandecer e aumentar a audiência da página da internet.


Durante uma semana eu pude aproveitar e avaliar tudo de bom que esse modelo trouxe para quem procura um SUV moderno, rápido, econômico e principalmente bem equipado desde sua versão de entrada, aliás, foi essa a configuração avaliada, aquela que chega como base para as mais caras.


Tudo começa com o novo motor flex 1,4 litro turboalimentado e com injeção direta de combustível, que desenvolve potência máxima de 150 cv entre 4.000 e 6.000 rpm e um generoso torque de 250 Nm, disponível entre 1.500 e 3.500 giros, tanto com etanol quanto com gasolina. A tecnologia TFSI Flex garante baixos índices de consumo e emissões de CO2, tem o sistema start/stop e a dinâmica transmissão S tronic de seis velocidades com dupla embreagem, o Q3 alcança os 100 km/h em 8,9 segundos e atinge uma velocidade máxima de 204 km/h com ambos os combustíveis.


Andar com ele pelas ruas é um prazer indescritível, é um modelo silencioso, rápido e muito fácil de manobrar, tem uma excelente visão periférica e sua programação para velocidades reduzidas permite que ele sempre trabalhe em rotações baixas e marchas altas, com isso a economia de combustível é enorme. Para se ter uma idéia, em vias de 50 km/h ele roda com a 5ª marcha acionada e em pouco mais de 1.100 rpm, é quase como se estivesse em ponto morto.


Fiz a avaliação em duas cidades, São Paulo e Sorocaba, onde ruas e avenidas têm características muito semelhantes de velocidade e diversos tipos de terreno, subidas e descidas e locais muito planos, com isso pude constatar que o consumo dentro urbano com o carro abastecido com etanol em ótimos 9,5 km/l, isso com dados do computador de bordo.


Mas por que ir até Sorocaba para testar o carro? Por dois motivos: o primeiro é avaliar o Q3 em condições de estrada, a rodovia escolhida foi a Raposo Tavares, que não é a mais rápida para se chegar à cidade, mas é a mais seletiva quando se trata de entender melhor o desempenho e a dirigibilidade, é um traçado antigo e com tráfego característico do interior paulista.


O segundo motivo é mais nobre: há mais de 20 anos dois amigos dos tempos das “carangas” mudaram para a cidade interiorana, uma amizade que tem mais de 35 anos dos quais 25 não tínhamos contato. Os dois irmãos sempre foram apaixonados por carros, gostavam de mexer nos motores de suas Brasilias e Mavericks, sempre viveram com muita gasolina na roupa, são do tempo da dupla carburação, então por que não apresentar para ambos a nova versão do Q3? Será uma visão diferente do moderno, sofisticado e tecnológico lançamento da Audi no olhar de dois apaixonados por carros, Milton (o magro) e o Marcos (o gordo) logo se encantaram pelas linhas do modelo.


Elas são inspiradas nos cupês esportivos, coisa rara em SUVs, deixam o Q3 com a impressão de ser mais largo, os faróis de xenônio e as luzes de condução diurna de LED dão um charme todos especial. Por dentro, o amplo espaço e segurança fornecem um ambiente muito bom para quem viaja em qualquer banco e ainda tem porta-malas de 460 litros que pode ser ampliado e chegar aos 1.365 litros com o rebatimento dos bancos.


Fomos os três para a estrada, cada um vai dirigir cerca de 20 km para “sentir” o carro. Logo de cara dá para perceber que o conforto é um ponto muito alto, isso porque em todas as versões flex, o Q3 oferece uma generosa lista de equipamentos. O Attraction (modelo de entrada) tem de série com ar-condicionado, bancos de couro sintético, ajuste elétrico do banco do motorista, faróis de xenônio com limpadores, volante multifuncional revestido de couro com shift paddles, rádio Concert com conexões auxiliar e Bluetooth, computador de bordo e sensores de luz e chuva, freio de estacionamento elétrico e assistente de partida em aclives.


Milton foi o primeiro a dirigir, no seu percurso a rodovia tinha velocidade de 110 km/h e chegar ao limite foi muito rápido e seguro. Na avaliação dele, “o carro se comporta como um esportivo com roupa de SUV, a posição de dirigir é muito boa e tem que saber dosar a pressão do pé, senão vai passar o limite fácil.” Já o Marcos afirmou: “não acredito nas coisas que o carro faz, os controles de tração e estabilidade funcionam de forma surpreendente, dá pra fazer curvas quase quadradas sem o carro jogar a traseira, nunca vi isso na vida! Só se perde guiando esse modelo se o motorista for muito, mas muito ruim.


Realmente ambos estão certos, o Q3 é dotado de uma tecnologia muito moderna e isso influencia tanto no desempenho quanto na economia de combustível, no meu turno de direção fiz um percurso um pouco maior (tive que ir e voltar da cidade!) pude notar que nada amedronta o modelo. Ele praticamente não troca de marcha, sua tocada é firme, constante e em momentos de ultrapassagem um leve toque no acelerador transforma o gatinho em leão! A economia de combustível é ótima, segundo dados do computador de bordo, fiz uma média de 11,2 km/l!


Mas chega de testes, vamos sentar, conversar e colocar as nossas conversas em dia, afinal de contas nem só de carros e avaliações eu vivi esse tempo todo, foi bom encontrar novamente a família, recordar bons momentos nas nossas conversas, projetar um encontro para um futuro próximo, mas não deixar o importante de lado: o Q3, que é um recém chegado e tem preço sugerido a partir de R$ 143.190, agora faz parte da nossa história, quem sabe não vai fazer também da sua?


Ficha Técnica e Acessórios



Eduardo Abbas. Tecnologia do Blogger.