INSTITUCIONAL: O regresso

Depois de superar uma forte crise, zerar as contas e retomar os pedidos, a gigante americana se prepara para voltar com tudo

Texto: Eduardo Abbas
Fotos: SD&Press Consultoria

Não foram anos fáceis para a Cooper Standard, uma das maiores empresas do mundo em sistemas de vedação, anti-vibração, componentes para transferência de freio e combustível para a indústria automotiva, ela viu literalmente a viola em cacos quando se deparou com uma crise sem precedentes, seus clientes saírem e seus pedidos minguarem, o resultado foi amargar números vermelhos nos últimos anos.


Em um agradável brunch para divulgar os ótimos números do ano passado e confirmar as projeções que haviam sido feitas anteriormente que você pode lembrar AQUI, entendi como as coisas começaram a mudar na empresa quando Jürgen Kneissler, diretor geral da Cooper Standard para a América do Sul chegou em 2015 para reverter uma situação altamente desfavorável e que ameaçava a empresa, imbuído da celebre frase de Henry Ford: “Não encontre as falhas, encontre as soluções” ele começou a mudar a história.


A companhia teve foco total na reestruturação que foi muito bem executada e que agora já conta com 19 novos projetos para este ano, conseguiu mudar para azul a cor do balanço e teve nos processos e na otimização do seu FootPrint uma melhoria que será contínua sempre com o uso de novas tecnologias, só para se ter uma idéia, o faturamento em 2017 ficou próximo dos R$ 300 milhões.


Claro que alguns fatores ajudaram a Cooper Standard conseguir um aumento de 15% na produção, dois deles foram fundamentais: desempenho das vendas internas de automóveis e melhorias nos processos fabris da empresa. Perguntei para o Jürgenem que ponto do processo você está hoje, dentro do objetivo traçado?” Segundo ele, “eu já passei da metade do caminho, tudo foi bem traçado e os resultados começam a aparecer de forma consistente, posso garantir que as maiores dificuldades já ficaram para trás.


Parece que ficaram mesmo, tanto que a Cooper Standard começa a se preparar para ir ao ataque acreditando que o segundo semestre deste ano será muito bom, com isso, a coragem para investir em uma nova unidade já é resultado desta administração vitoriosa. O estado de Sergipe foi o escolhido para abrigar uma novíssima unidade fabril visando atender as montadoras que estão localizadas no nordeste brasileiro.


A inauguração está prevista para o final de outubro ou começo de novembro e terá papel fundamental no atendimento da Ford (Camaçari-BA) e da Fiat (Goiana-PE), deve gerar 200 novos empregos diretos no primeiro ano e dobrar no segundo, vai ter incentivos do governo e abrir novos horizontes tanto para a população local quanto para a empresa.


Após remar muito contra a maré, finalmente a Cooper Standard começa a navegar em águas calmas e silenciosas, já festeja a chegada da Hyundai em 2019 que vai fazer companhia para as outras 12 montadoras que já são atendidas pela empresa e, pelo jeito, mostrou na prática uma importante lição que a milenar cultura chinesa usa como provérbio: “Todas as lindas flores e os suculentos frutos do futuro dependem das sementes plantadas hoje”.
Eduardo Abbas. Tecnologia do Blogger.