Cronos Drive 1.3, o teste da semana

O modelo quase de entrada do sedã é bom de cidade, na estrada ele sente falta de um motor mais forte

Texto: Eduardo Abbas
Fotos: FCA

Ele chegou ano passado pra mudar o rumo da prosa que a Fiat levava no mercado brasileiro, a montadora italiana saiu da cômoda posição que se encontrava e lançou vários produtos novos, o Cronos foi um deles.


Durante uma semana eu pude avaliar a versão quase de entrada, eu digo quase porque tem uma abaixo desta, mas quem entra na concessionária para comprar este modelo com esta motorização certamente deve optar pela versão mais equipada, então o Cronos Drive 1.3 pode ser considerado mais desejado e com preço mais camarada.


É um sedã muito bonito, as suas linhas mais arredondadas e marcadas com vincos fortes agradam aos olhos e se destacam nas ruas. Ele tem um desenho clássico e ao mesmo tempo esportivo, a dianteira tem o capô alongado e faróis de LED, a traseira alta com lanternas também em LED e a tampa do enorme porta-malas com 525 litros de capacidade.


A parte mecânica do Cronos Drive 1.3 conta com o motor Firefly de quatro cilindros com 109 cv e 14,2 kgfm com etanol e 101 cv e 13,7 kgfm com gasolina, ele faz conjunto com o câmbio manual de cinco marchas e direção elétrica. O modelo avaliado estava abastecido com o combustível renovável, que na cidade de São Paulo tem um preço muito atrativo para quem tem carro Flex. É um carro muito gostoso de se dirigir, sua motorização é suficiente para encarar engarrafamentos e velocidades limitadas, a equalização do conjunto mecânico permite que se trafegue nas mais diversas velocidades sempre precisar trocar muitas vezes as marchas.


O Cronos Drive 1.3 é muito bem equipado e confortável, ele tem de série ar condicionado, vidros elétricos dianteiros, trava elétrica, chave com telecomando, computador de bordo, volante com comandos de rádio e telefone, display TFT de 3,5 polegadas e alta resolução no painel de instrumentos, sistema iTPMS de monitoramento da pressão dos pneus, sistema ESS (sinalizador de frenagem de emergência), volante regulável em altura, sistema multimídia Uconnect Touch de 7 polegadas com conexões Bluetooth, USB e porta USB para os passageiros traseiros e os opcionais faróis de neblina, banco traseiro bipartido, rodas de liga leve, câmera de ré com linhas dinâmicas, sensor de estacionamento, retrovisores elétricos com tilt down e alarme.


O Cronos Drive 1.3 é um carro muito ágil e responde rapidamente aos comandos, quando chegou a hora de estacionar, executei manobras sem a menor dificuldade, os generosos retrovisores, a câmera de ré e os sensores são aquela mãozinha necessária. Viajei sempre com mais duas pessoas, ar condicionado ligado e andando na velocidade da via, rodei por ruas e avenidas praticamente em 3ª e em rotação muito baixa, isso impactou positivamente no consumo, que segundo o computador de bordo, ficou em 8,2 km/l.


O teste de rodovia ficou um pouco comprometido, chovia muito quando da minha viagem com o Cronos Drive 1.3 até o centro comercial de Alphaville, em Barueri, na grande São Paulo. O caminho é pela rodovia Castelo Branco, com diversos trechos com velocidades diferentes, mas uma boa parte a máxima é de 100 km/h, se bem que com chuva, todo cuidado é pouco.


Mesmo com o piso molhado, dá pra sentir que o carro fica o tempo todo na mão do condutor, não tem poça nem desnível invisível por causa da água que provoque susto. O Cronos Drive 1.3 em velocidade constante e 5ª marcha é muito bom, mas para se fazer uma ultrapassagem mais forte é preciso voltar algumas marchas. O peso e o tamanho do carro são os culpados, a versão com motor mais forte que eu avaliei e você pode recordar AQUI, foi mais valente e até mais econômica.


Segundo dados do computador, com três pessoas a bordo, ele registrou o consumo de 11,3 km/l, não é uma fatalidade, mas também não posso dizer que é o máximo, trata-se de um carro urbano que não vai te deixar falando sozinho na estrada. O Cronos Drive 1.3 tem preço sugerido de R$ 61.990,00, oito cores para escolher, pacote de opcionais e de acessórios para personalização, garantia de três anos sem limite de quilometragem, plano de financiamento com serviços, Revisão Sob Medida, Assistência 24 Horas, já está nas concessionárias Fiat para agendar um Test Drive e fatalmente te seduzir.


Ficha Técnica
Motor
Posição: Transversal dianteiro
Número de cilindros: 4 em linha
Diâmetro x curso: 70 x 86,5 mm
Cilindrada total: 1.332 cm³

Taxa de compressão: 13,2:1
Potência máxima (ABNT): 101 cv a 6.000 rpm (gasolina) / 109 cv a 6.250 rpm (etanol)
Torque máximo (ABNT): 13,7 kgfm (gasolina) / 14,2 kgfm (etanol) a 3.500 rpm
Nº de válvulas por cilindro: 2 no cabeçote
Eixo de comando de válvulas: 1 no cabeçote

Alimentação
Ignição: Magneti Marelli, eletrônica digital incorporada ao sistema de injeção
Injeção eletrônica: Magneti Marelli
Combustível: Gasolina/Etanol

Transmissão
Câmbio manual: cinco marchas à frente e uma à ré
Relações de transmissão:
1ª – 4,273
2ª – 2,316
3ª – 1,444
4ª – 1,029
5ª – 0,795
Ré – 4,200
Diferencial – 4,200

Tração: Dianteira com juntas homocinéticas

Sistema de freios
Comando: A pedal e transmissão hidráulica com ABS
Dianteiro: A disco ventilado (diâmetro de 257 mm) com pinça flutuante
Traseiro: A tambor (diâmetro de 203 mm) com sapata autocentrante e regulagem automática de jogo

Suspensão dianteira

Tipo: McPherson com rodas independentes, braços oscilantes inferiores transversais com barra estabilizadora

Amortecedores: Hidráulicos, telescópicos de duplo efeito
Elemento elástico: Mola helicoidal

Suspensão traseira
Tipo: Eixo de torção com rodas semi independentes
Amortecedores: Hidráulicos, telescópicos de duplo efeito
Elemento elástico: Mola helicoidal

Direção
Tipo: Elétrica com pinhão e cremalheira
Diâmetro mínimo de curva: 10,5 m

Rodas
Medidas: 6” x 15”
Pneus: 185/60 R15”

Peso do veículo
Em ordem de marcha: 1.139 kg
Capacidade de carga: 400 kg
Carga máxima rebocável (reboque sem freio): 400 kg

Dimensões externas
Comprimento do veículo: 4.364 mm
Largura do veículo: 1.726 mm
Altura do veículo: 1.508 mm
Distância entre-eixos: 2.521 mm
Bitola dianteira: 1.469 mm
Bitola traseira: 1.502 mm
Altura mínima do solo: 158 mm
Volume do porta-malas: 525 litros
Tanque de combustível: 48 litros

Desempenho
Velocidade máxima: 178 km/h (gasolina) / 183 km/h (etanol)
0 a 100 km/h: 12,3 s (gasolina) / 11,5 s (etanol)

Consumo
Ciclo urbano: 12,4 km/l (gasolina) / 8,5 km/l (etanol)

Ciclo estrada: 14,8 km/l (gasolina) / 10,3 km/l (etanol)

Nenhum comentário

Eduardo Abbas. Tecnologia do Blogger.