FÓRMULA 1: GP da Grã-Bretanha - Treino Oficial

  • Lewis Hamilton conquista a Pole Position com pneus Soft e melhora o recorde no circuito;
  • A temperatura do asfalto muito alta atingiu mais de 40° na classificação;
  • A estratégia mais provável é de apenas uma parada, mas tudo depende da degradação do composto Soft.

Texto e fotos: Pirelli

O piloto da Mercedes, Lewis Hamilton, conquistou a pole e o prêmio Pirelli Pole Position que foi entregue por um piloto muito querido: Billy Monger, adolescente britânico que perdeu as pernas em um acidente de Fórmula 4 no ano passado e se recuperou para terminar no pódio em sua corrida de retorno.


Hamilton marcou seu tempo de pole com o pneu Soft, composto que foi usado durante a maior parte da classificação por todos os pilotos e de quebra bateu seu próprio recorde em Silverstone conseguido no ano passado. As temperaturas da pista atingiram um pico de mais de 40 graus centígrados na classificação, com 27 graus ambiente, condições similares são esperadas para a corrida de amanhã que começa logo após as 14h (hora de local). A estratégia de um pit stop foi a vencedora na corrida do ano passado, é teoricamente a mais provável.


Mario Isola, gerente mundial de Motorsport da Pirelli: "Assim como ontem, a temperatura do asfalto foi particularmente alta no dia de hoje. Os pneus Soft, escolhidos por todos os pilotos no Q2, ao contrário das classificações anteriores, são cerca de um segundo mais rápidos que os Medios. Os níveis de degradação do Soft vão determinar a estratégia na corrida, o mais provável é um pit stop, com duas paradas prováveis ​​no caso de haver muita degradação, um fator muito possível com essas temperaturas altas do asfalto. A diferença entre as principais equipes é mínima, como vimos na classificação, a estratégia certa fará a diferença, especialmente com uma janela grande o suficiente para o pit stop".

Como os pneus se comportaram hoje

Pneus disponíveis para a corrida

Eduardo Abbas. Tecnologia do Blogger.