Valeo apresenta nova tecnologia em alternadores automotivos no aftermarket

Solução permite reduzir o consumo da bateria em até 50% com o veículo em repouso, além de evitar picos de energia

Texto e fotos: Valeo

Atenta às demandas e tendências do setor automotivo, a Valeo Service, marca referência no aftermarket, anuncia ao mercado uma nova tecnologia nos reguladores de voltagem para alternadores. Com a mudança, os componentes passam de mono para multi-função, ou seja, a ter outras atribuições além de monitorar e controlar a tensão corrente produzida. Dentre essas atividades está a redução do consumo da bateria em até 50%, quando o veículo está em repouso, por exemplo.
A nova tecnologia permite ainda a preservação do alternador e demais equipamentos eletrônicos em caso de superaquecimento e evita picos de energia. É essa a peça responsável por desligar o ar-condicionado de um carro 1.0L na subida, por exemplo, garantindo um melhor desempenho do veículo.


Os reguladores multifunção da Valeo contam com um circuito diferenciado, projeto exclusivo da marca, que dispensa o uso de diodos de excitação – um dispositivo elétrico – que controla perfeitamente a tensão máxima da bateria. “Por sermos uma empresa que fornece também para as montadoras, trabalhamos fortemente no desenvolvimento de novas soluções como essa, pois torna nossos produtos mais competitivos. Dessa forma, é essencial que o mercado de reposição priorize a utilização de peças originais, uma vez que componentes de segunda linha não possuem a mesma tecnologia e durabilidade”, afirma Robson Costa, gerente de Marketing e Produtos da Valeo Service.
Já disponível no mercado de reposição, essa inovação pode ser aplicada em algumas das principais fabricantes do País, como Ford, Volkswagen, Peugeot, Renault, Fiat e Chevrolet.

Nova tecnologia para motores de partida
A Valeo também desenvolveu uma nova tecnologia para motores de partida, chamada TSC. Inovadora, a solução permite um aumento de 30% da potência e redução de até 20% em volume em comparação a tecnologia anterior, D7E. “Essa novidade reúne em um único produto tudo o que o mercado busca otimizar em seus projetos, que é um maior desempenho com menos material. Trata-se de uma tendência de mercado que foi antecipada pela Valeo”, destaca Robson Costa.
Os benefícios da tecnologia TSC ocorrem graças à utilização de imãs permanentes no lugar das bobinas de campo, outro pioneirismo da Valeo. Essa medida proporciona um menor consumo de corrente na partida e ocupa menor volume na máquina. Como o sistema de imãs permanentes não utiliza energia elétrica, existe ainda uma melhora significativa na eficiência do motor de partida.
Eduardo Abbas. Tecnologia do Blogger.