TURISMO: Europ Assistance garante às seguradoras auxílio rápido e eficaz aos viajantes

Seguro-viagem é imprescindível seja qual for o destino ou a duração do passeio

Texto e fotos: Europ Assistance Brasil

Você tem ideia de quanto gastaria caso a obturação de um dente seu caísse durante uma viagem para os Estados Unidos? Cerca de US$ 200 com consulta e medicamentos. E se fraturasse o cóccix esquiando no Canadá? Algo em torno de US$ 15 mil, somando consultas em hospital de emergência, exames e remédios.
Não há como prever quando acidentes acontecem. Por isso, a Europ Assistance Brasil recomenda jamais sair do País antes de contratar um serviço de seguro-viagem, seja qual for o destino escolhido.
Há mais de 50 anos, a empresa oferece às seguradoras serviços para atender as coberturas dos planos de seguro-viagem, como auxílio emergencial, atendimento médico, remoção e repatriação médica ou funerária, hospedagem para o viajante em período de convalescença, emissão de passagem, além de hospedagem para eventual acompanhante do segurado. E isso inclui tudo o que for necessário até que o passageiro se recupere para retornar ao país de origem, de acordo com o plano contratado com a seguradora.


Atenta às necessidades dos viajantes diante dos recentes ataques terroristas na Europa, a Europ Assistance passou a oferecer também atendimento às vítimas em situação de emergência decorrentes desse tipo de evento. Contudo, a assistência não atende a ocorrências em zonas de conflito, como algumas regiões do Oriente Médio.
“Tradicionalmente os planos de seguro viagem excluem esse tipo de risco, mas a EABR está apta a atender a essa demanda do mercado securitário”, afirma o CEO Jorge Bau.
Todos os serviços cumprem as exigências do Tratado de Schengen, que estabelece regras específicas aos turistas que pretendem visitar alguns países do continente Europeu. O objetivo do acordo é garantir o controle da circulação de visitantes entre os países integrantes e uma das principais determinações do acordo são os critérios de assistência médica aos viajantes dos países da União Europeia.
Eduardo Abbas. Tecnologia do Blogger.