Emissões: combustível ruim pode aumentar nível dos gases tóxicos

Gasolina e etanol adulterados podem prejudicar a ação do catalisador

Texto e fotos: Umicore

Abastecer o veículo com combustível de má qualidade pode causar prejuízo ao bolso do motorista e saúde da população. Isso porque, dentre as peças que podem ser danificadas pelo uso de gasolina ou etanol adulterados, está o catalisador, item responsável por converter até 98% dos gases tóxicos provenientes da combustão em vapores inofensivos. O alerta é da Umicore, principal fabricante do componente do País.


De acordo com Miguel Zoca, gerente de Aplicação do Produto da Umicore, o combustível ruim pode afetar o catalisador de duas maneiras. “A primeira delas ocorre quando o veículo é abastecido com um produto de qualidade inferior. Isso faz com que o fluído não seja totalmente queimado na câmara de combustão e chegue até o catalisador, alterando a superfície do componente e inviabilizando a sua performance”.
Outro problema comum, especialmente quando o combustível possui compostos inadequados em sua fórmula, é a contaminação do catalisador. “Essas substâncias afetam a conversão dos gases e, consequentemente, a eficácia do componente”, alerta o especialista da Umicore.
Além do catalisador, combustíveis de má qualidade podem danificar outras peças importantes do veículo, como o sistema de alimentação e de ignição, por exemplo, produzindo depósitos de carbono nas válvulas, corpo de borboleta e na câmera de combustão, o que reduz a vida útil do motor. “Muitas vezes, por conta de poucos centavos, o motorista deixa de abastecer no seu posto de confiança. O resultado é um prejuízo muito maior em longo prazo com a deterioração de componentes importantes”, comenta Miguel Zoca.
Segundo o gerente da Umicore, alguns sinais dão a dica ao condutor de que a gasolina e o etanol utilizados não são adequados. “Perda de rendimento, aumento no consumo e falhas no veículo são alguns sintomas”, afirma. Caso perceba o problema, a dica ao dono do carro é não esperar para completar o tanque. “Ir abastecendo com produtos de alta qualidade ajuda a diluir o combustível anterior e minimiza os efeitos negativos”, recomenda Zoca, que acrescenta: “O ideal é sempre verificar a procedência do combustível e priorizar os postos de sua confiança.
Eduardo Abbas. Tecnologia do Blogger.