Novo Take up! 2018, o teste da semana

O filho mais simples da família é um carro que surpreende a cada teste, desta vez ele me levou para conhecer outra família de sucesso

Texto: Eduardo Abbas
Fotos: Eduardo Abbas / Volkswagen

Vivemos hoje um século um pouco diferente dos anteriores, o terceiro milênio da história do homem transformou algo tradicional em um novo conjunto de reunião de pessoas, e porque não, de interesses e coisas. Tudo se resume em ser família, aquela que antigamente era vista somente como um conjunto de pessoas que possuíam grau de parentesco entre si e vivia na mesma casa.


A casa deixou de ser apenas um lugar para se dormir, comer e conversar sobre a vida lá fora, na verdade as portas se abriram e o planeta todo assumiu essa identidade de lar, John Lennon já pensava em algo assim quando compôs “Imagine” o que ele não contava era com a tecnologia que agora aproxima mais as pessoas tornando-as mais conectadas entre si. O Novo up! 2018 é meio assim, um carro que nasceu e ganhou as ruas com tudo de melhor que seus ancestrais já produziram.


Durante uma semana eu pude testar o Novo up! 2018 na versão TAKE, aquela de entrada que não é tão recheada de equipamentos, mas trás no DNA a característica principal da linha: espaço interno generoso, acabamento de qualidade, motor econômico e a eterna vontade de não devolver mais para a montadora um dos melhores carros urbanos produzidos no Brasil.


Novo up! 2018 mudou por fora e foi incrementado por dentro, a frente tem agora novos faróis e pára-choque com ângulos ainda mais evidentes que deixou ele mais comprido (84 mm maior que o modelo anterior), a grade do radiador parece que está sorrindo pra você, ele deixou aquela cara mais formal e agora vive a alegria de um novo desenho, mais parecido com seus parentes. Na traseira as lanternas têm novo visual e são escurecidas com uma nova assinatura visual noturna.


O motor para essa versão de entrada é o surpreendente EA211 1.0l R3 de 82 cv com etanol e 75 cv com gasolina, aquele torque 10,4 kgfm (etanol) e 9,7 kgfm (gasolina) a 3.000 rpm. A doideira é que a partir de 2.000 rpm 85% do torque máximo está disponível o que deixa ele muito nervoso, ele leva 12,6 segundos para ir de 0 a 100 km/h e atinge 163 km/h de velocidade máxima, isso meu amigo com um motor de 1.000 cilindradas que você jura ter mais quando dirige o carro.


Andei com ele pela cidade de São Paulo, com transito pesado, indo da zona sul para a zona leste, ar condicionado ligado e duas pessoas a bordo, a dirigibilidade é impressionante, nada foi mudado mas parece que ficou melhor. A direção elétrica fornece a leveza necessária para se dirigir e manobrar com muita facilidade. O bom é que ele cabe, literalmente, em qualquer vaga de estacionamento, não tem crise nem medo de riscar o carro ao lado, é um magrinho que esconde muita saúde e tem sempre aquela seta no painel que vive te pedindo para mudar para uma marcha mais alta, isso além de ajudar no rodar macio influencia no consumo, que ficou em cerca de 13 km/l, segundo dados que aferi.


Onde ele é espantoso e não faz cara feia nem desfeita é na estrada, o Novo up! 2018 é impressionante, rodei por cerca de 50 km na rodovia Fernão Dias em direção a Atibaia e não troquei de marcha nenhuma vez. Eu fui até a terra do morango conhecer uma churrascaria que, segundo seus proprietários, faz a melhor carne da região. A Fernão ajuda muito na avaliação, têm subidas, descidas, curvas abertas e fechadas e retas generosas, uma enorme variação de velocidade em vários trechos e pista dupla até o meu destino.


Lembra que comecei esse texto falando de família? Pois é, o local que vou visitar e avaliar também é pra lá de familiar, a Churrascaria Recanto Gaúcho que fica Travessa Pedro Salgado, 208 nasceu do sonho de um casal de gaúchos que saiu de Sarandi para conquistar o quase interior de São Paulo.


Arildo Rigo e sua companheira Nereide Ganassini transformaram o que seria um restaurante para matar a fome dos incautos moradores da região ou dos passantes e turistas que circulam pela cidade em um lugar onde tudo é feito com amor, dedicação e bom gosto. A simplicidade e a cara gaúcha que o local abriga fazem jus ao excelente serviço que os dois prestam desde 2000 e que melhora diariamente.


O Rei das Carnes veio para a cidade em 1984 e em 1988 arrastou a Rainha do Buffet para juntos construírem o sonho do Recanto. A coisa é tão familiar que os funcionários que lá trabalham apenas auxiliam o casal, ele é quem cuida da churrasqueira e ela quem dá o tom das saladas e pratos, é impossível não se empanturrar com tanta variedade feita com igual capricho e dedicação.


O ponto culminante da comilança foi o baby beef, feito de maneira artesanal e muito além do esperado, todos os pratos tem identidade própria e os sabores não seguem aquela coisa das churrascarias de São Paulo onde tudo parece igual, cada um leva tempo para ser elaborado e te ganha pelo sabor. Claro que virei freguês e vou voltar outras vezes, não só para me fartar como para conviver com pessoas que prezam muito a coisa de se fazer tudo em família, que aliás já tem duas herdeiras orgulhosas de seus pais.


Voltando para a estrada depois da farra gastronômica, resolvi apertar um pouco mais o acelerador e forçar o carro em situações de velocidade mais alta. O Novo up! 2018 continua com a mesma tocada dos modelos que testei antes (AQUI o MPi e AQUI o TSi), a estabilidade e a dirigibilidade são muito próximas da perfeição para um carro de rua e o consumo, aquele que sempre mexe na parte mais sensível das pessoas, o bolso, não desagradou: chegou aos 370 km rodados com muito menos de meio tanque consumidos, neste trecho de estrada a média ficou em 16,2 km/l, com ar ligado e o pé mais pesado.


O Novo up! 2018 já está nas concessionárias desde maio, tem preço inicial sugerido de R$ 37.990,00, 3 anos de garantia completa, 6 anos de garantia de perfuração da chapa, revisões planejadas, financiamento, consórcio e seguro da marca, é um dos carros mais premiados do Brasil por edições e jornalistas especializados e tem aquilo que é uma das coisas mais importantes na vida, uma família de respeito por trás, quem sabe ele também não te leva para conhecer a do Recanto também?


Ficha Técnica




Itens de Série e Opcionais



Eduardo Abbas. Tecnologia do Blogger.