Goodyear celebra os 173 anos da vulcanização da borracha

Em junho de 1844, o inventor norte-americano Charles Goodyear registrava a patente do que seria os primórdios dos pneus feitos de borracha

Texto e fotos: Goodyear

Há exatos 173 anos, o norte-americano Charles Goodyear seria o responsável por uma descoberta que iria marcar para sempre a indústria da borracha mundial. No mês de junho daquele ano, Charles, um inventor de origem nova-iorquina, registrava a patente do que seriam os primeiros passos dos pneus de borracha como conhecemos hoje. Após inúmeras tentativas ele finalmente chegava a um resultado favorável para a vulcanização da borracha, processo que consiste na aplicação de calor e pressão a uma composição de borracha, com o objetivo de dar a forma e propriedades do produto final.


Marco na indústria mundial, o processo de vulcanização da borracha também foi a referência para a fundação de uma das mais importantes fabricantes de produtos de borracha do mundo, perpetuando o nome do seu criador para sempre na história da indústria. Fundada em 1898, por Frank Seiberling, na cidade de Akron, em Ohio, a Goodyear Tire & Rubber Company viria a se transformar na a maior empresa de borracha no mundo.
Sua importância era tanta que em 1908, a companhia deixaria a sua marca na indústria automotiva quando um jogo de pneus da Goodyear passou a equipar um dos primeiros automóveis fabricados pela Ford. Daí em diante, a Goodyear só expandia a sua atuação passando passa a fabricar dirigíveis e balões de observação para o Exército dos Estados Unidos em 1911, e pneu para aviões, no ano seguinte.
Portanto, foi em 1954, com o lançamento do pneu “Papaléguas”, que os pneus de automóveis de passeio tomavam uma outra proporção em termos de vendas e presença no mercado. A partir daquele momento, as montadoras começaram a demandar uma alta produção por parte da empresa que decidiu, em 1957, pela criação do departamento de Equipamento Original.
No Brasil, a Goodyear iniciou as suas atividades em 1919, com um escritório de vendas e um armazém, comercializando produtos importados. No ano de 1939 inaugurou sua primeira unidade industrial no País, no bairro do Belenzinho, em São Paulo, para a fabricação de pneus e saltos de sapatos. A companhia cresceu no País, diversificou e aumentou sua produção, atendendo às necessidades de uma sociedade que se modernizava e se industrializava.
O crescimento levou à construção de uma nova unidade, em Americana (SP), inaugurada em 1973 como a maior fábrica de pneus da América Latina e uma das mais modernas do mundo e que segue a todo o vapor como a principal operação do País, que ainda possui um estruturado campo de provas, para a realização de todos os tipos de testes de pneus.
Seguindo o caráter inovador da empresa, a Goodyear tem investido no desenvolvimento de soluções para ajudar os veículos autônomos do futuro a enfrentarem todas as dificuldades e incógnitas que se aplicam durante a condução de um automóvel, como o Eagle 360 Urban em formato esférico, o pneu inteligente IntelliGrip Urban e o sistema de conectividade vehicle-to-everything (V2X).
Assim percebemos que a Goodyear continua na vanguarda entre os fabricantes de pneus e todos os anos reforça o seu comprometimento com o futuro da mobilidade urbana com o desenvolvimento de tecnologias inovadoras que prometem uma verdadeira revolução na relação das pessoas com os automóveis.
Eduardo Abbas. Tecnologia do Blogger.