INSTITUCIONAL: MotoCheck-Up 2017, uma ação pela vida

O evento que acontece desde segunda-feira e vai até amanhã já recebeu mais de 2 mil motociclistas

Texto: SD&Press Consultoria / Eduardo Abbas
Fotos: SD&Press Consultoria

A 20ª edição do MotoCheck-Up é uma daquelas ações que tem por objetivo preservar a vida com atitudes relativamente simples porém eficientes. Nos dois primeiros dias mais de 2 mil motocicletas já receberam checagem gratuita de 21 itens mecânicos e de segurança. De acordo com projeções da Abraciclo (Associação Brasileira de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares), 5 mil motociclistas devem passar pelo local até o fim da semana.


Segundo José Eduardo Ramos Gonçalves, diretor executivo da Abraciclo, "esse evento é feito em parceria com a CET e a Prefeitura de São Paulo, não tem caráter de fiscalização, serve para conscientizar os motociclistas como transitar nas ruas e avenidas com cuidado e segurança e vai também de encontro ao objetivo da entidade que criar um maior rigor na concessão da carteira de habilitação melhorando o preparo dos usuários de motocicletas".


O evento acontece entre 10h às 16h, na marginal Tietê embaixo da Ponte Governador Orestes Quércia, a estaiadinha, e é o maior programa setorial de avaliação gratuita de motos e de conscientização de trânsito na América Latina. Ainda segundo José Eduardo "o local é ideal para exemplificar como deve ser a nova movimentação de motocicletas pela via, o programa Marginal Segura da Prefeitura de São Paulo visa diminuir o número de acidentes com veículos de duas rodas pela via e a Abraciclo está colaborando com a ajuda institucional das fabricantes de motocicletas para o sucesso desse programa"


O evento
Ao chegar ao local, o motociclista responde a uma rápida pesquisa e, depois, é encaminhado para a checagem mecânica do veículo. A ação contempla a avaliação gratuita das condições mecânicas de 21 itens da moto e demonstra, na prática, como deve ser realizada a pilotagem defensiva e o uso correto do sistema de frenagem. Para completar, acontece também a distribuição de brindes aos motociclistas participantes e a entrega de vales, que possibilitam a troca completa de óleo do veículo.


Levantamento da Abraciclo mostra que ao longo das 19 edições anteriores do programa mais de 35 mil motocicletas passaram por avaliação técnica. Deste volume avaliado, o freio traseiro, com 33,4%, é o item que lidera as estatísticas de necessidade de reparo e/ou substituição nas motocicletas, seguido da relação (transmissão), com 27,4% e freio dianteiro, com 27,3%.


O MotoCheck-Up é uma das ações que estão sendo realizadas pela Abraciclo neste mês em função do Maio Amarelo. Durante este período, a entidade promove também outras atividades que buscam a conscientização para a segurança do motociclista, como as blitz educativas nas principais vias que dão acesso às marginais Pinheiros e Tietê.


Blitz Educativas
Em paralelo ao MotoCheck-Up, a entidade vai realizar 15 blitzes espalhadas pela cidade, nas principais vias que dão acesso ou estão relacionadas ao tráfego das Marginais Tietê e Pinheiros, como as avenidas Bandeirantes, Rebouças, Faria Lima, Tiradentes, Salim Farah Maluf, Aricanduva e Estrada do M’Boi Mirim, entre outras.


Serão três blitzes diárias em cinco dias, com a distribuição de 900 mil panfletos educativos. Os folhetos possuem cinco temas: sinalização durante mudança de faixa, o uso correto do equipamento de segurança, excesso de velocidade, uso do celular e o comportamento do condutor.


Juntamente com a CET, a entidade também está destinando 100 mil folhetos para o Sindipetro – Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado de São Paulo, que serão distribuídos para motociclistas e motoristas em postos de combustível da capital paulista.
Eduardo Abbas. Tecnologia do Blogger.