INSTITUCIONAL: Empresas italianas apresentam suas máquinas e soluções para o mercado brasileiro na Plástico Brasil

Numa iniciativa da ASSOCOMAPLAST, feira vai reunir um grupo de expositores italianos que vêm ao Brasil em busca de novos clientes ou para ampliar seus negócios

Texto e fotos: Plástico Brasil

Na Plástico Brasil – Feira Internacional do Plástico e da Borracha, de 20 a 24 de março, no São Paulo Expo, transformadores e profissionais da indústria do plástico terão a oportunidade de entrar em contato com o que há de mais atual no mercado mundial de resinas e matérias primas, insumos químicos, máquinas, equipamentos e soluções voltadas para o setor.


Numa iniciativa da ASSOCOMAPLAST – entidade que representa os fabricantes italianos de máquinas, equipamentos e moldes para a indústria de plásticos – a Plástico Brasil vai abrigar o Pavilhão Italiano. Neste espaço, um grupo de empresas italianas vai apresentar seus produtos e soluções com a expectativa de conquistar novos clientes ou ampliar seus negócios no Brasil.
O Pavilhão Italiano é resultado do forte trabalho de promoção internacional da Plástico Brasil e da relevância e credibilidade que a feira conquistou já em sua edição inaugural.

Inovação e tecnologia
A Bandera, por exemplo, destaca entre seus lançamentos uma inovadora tecnologia de embalagem isolante para preservação de alimentos, enquanto a Eletronic System, líder mundial em sistemas de controle e automação, vai apresentar novas interfaces de seus softwares. A FB Balzanelli trará novidades em bobinas automáticas e sistemas de paletização, e a Frigosystem vai mostrar as novas versões do seu dry cooler – que ganhou uma gama maior de controladores de temperatura de água e óleo – e do chiller de ar para filme plástico.
Presente na indústria brasileira de automóveis e lentes, a Helios Quartz vem à Plástico Brasil para demonstrar as últimas inovações em tecnologia de raios infravermelho e ultravioleta e, com isso, estreitar o relacionamento com a indústria do plástico. Já a IPM destaca sua ampla gama de máquinas para extrusão, corte, fenda e dobra, transportadores, empilhadores, rosqueadores e outros equipamentos construídas sob demanda.
A ITIB tem uma grande oferta de aplicações com tubulações onduladas que podem ser usadas na construção civil, infraestrutura, agricultura, segmento médico, indústria automotiva e outras. A Macchi aposta no crescimento das embalagens tipo “stand-up-pouch” e oferece uma linha de extrusão projetada para trabalhar com filmes de diferentes espessuras e rigidez. Também na área de extrusão, a Maris destaca entre seus lançamentos as aplicações que utilizam sua tecnologia patenteada recentemente.
A Presma vem ao Pavilhão Italiano da Plástico Brasil para promover sua gama de máquinas e mostrar as facilidades que elas podem proporcionar aos transformadores, com destaque para a injetora para plásticos e borrachas para atender a produções não padronizadas. Com foco na automação, a Proximon oferece uma série de soluções, como turbomixadores de alta velocidade (simples ou combinados com refrigeradores de alta eficiência) e misturadores. A empresa divulga também a Proximon Lab, uma sala de testes construída em suas instalações na Itália para realizar ensaios com seus misturadores e os produtos dos clientes.
“O Pavilhão Italiano vem reforçar o caráter internacional da Plástico Brasil, que conta com o apoio das entidades mais representativas dos fabricantes de máquinas para a indústria do plástico e borracha em todo o mundo, como a europeia EUROMAP/VMDA, a norte-americana PIA, a Argentina CAIP e a mexicana ANIPAC, entre muitas outras”, afirma Liliane Bortoluci, diretora da feira. “Além disso, amplia a oferta de soluções para nossos visitantes, que terão os grandes fornecedores do Brasil e do mundo reunidos num único evento”.
Eduardo Abbas. Tecnologia do Blogger.