COMER & BEBER: Marques de Casa Concha safra 2014 é selecionado entre os melhores vinhos Carmeneres chilenos em 2016

Vinho Super Premium da vinícola Concha y Toro, feito pelo enólogo Marcelo Papa, obtém 92 pontos em avaliação da revista Wine&Spirits e é selecionado entre os melhores Carmeneres o Chile em 2016, país em que a cepa é emblemática

Texto e fotos: Concha y Toro

Elaborado com uvas cultivadas no terroir de Peumo, o vinho Marques de Casa Concha Carmenere safra 2014 conquistou seu lugar entre os melhores Carmeneres Chilenos em 2016, na edição de fevereiro deste ano, da conceituada revista americana Wine&Spirits.


Anualmente, há mais de uma década, a Wine&Spirits Magazine publica o concorrido ranking Top 100 Wineries, em reconhecimento aos 100 principais produtores da bebida pelo qual se fez conhecida mundialmente.
“Estamos muito satisfeitos com a indicação do Marques de Casa Concha Carmenere entre os melhores dessa variedade, produzidos no Chile. Para nós é mais um reconhecimento da qualidade e consistência da linha Marques de Casa Concha ao longo dos anos”, Francisco Torres diretor comercial da VCT, filial e distribuidora do Grupo Concha y Toro no Brasil.
“A Carmenere é um tipo de uva que exige condições geológicas específicas e ótima amplitude térmica. O vinhedo de Peumo, localizado no coração do Vale Cachapoal — em solo profundo de influência argilosa e arenosa, com influência do lago Rapel — oferece a condição perfeita para criações elegantes com a vivacidade e expressão das cepas características do Novo Mundo do vinho”, afirma Marcelo Papa, enólogo da marca e um dos mais bem-sucedidos mundialmente da atualidade.
A harmonização sugerida para o Marques de Casa Concha Carmenere é ideal com carnes com boa dose de gordura, preparadas na grelha ou em fogo lento, com molhos concentrados, adocicados ou herbáceos como exemplo o "Chimichurri", tão apreciado nas churrascarias. A culinária mexicana e Tailandesa também lhe dão boas vindas.
Mas parece até que foi feito mesmo para o gostinho brasileiro, de várias regiões, como as saborosas carnes de nosso churrasco, a culinária mineira com caldos de extremo sabor e temperos picantes, ou mesmo a do Norte e Nordeste, com pratos como o "Escondidinho de Carne Seca e Mandioca" e a "Vaca Atolada". Até mesmo um Filet Mignon, quando preparado com molhos fortes e bem condimentados, agradece a companhia.
Eduardo Abbas. Tecnologia do Blogger.