CINEMA: Viola Davis ganha o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante por “Um Limite Entre Nós”

Já em pré-estreia no Brasil, o filme entra em cartaz no dia 2 de março

Texto e fotos: Paramount Pictures

Viola Davis conquistou o seu primeiro Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante por “Um Limite Entre Nós” (“Fences”), ontem à noite, na cerimônia realizada em Los Angeles. No papel de Rose, Viola já havia chamado a atenção do público e arrancado elogios da crítica. Tanto que “poderosa” é o adjetivo que Denzel Washington usa para descrever a atriz, com quem contracena e também dirige. Na trama, ela interpreta uma mãe e esposa dedicada a manter a família sempre unida. Sua atuação lhe rendeu não só a estatueta dourada mais cobiçada do cinema, mas também outros prêmios como o de Melhor Atriz no SAG Awards, no Globo de Ouro e no BAFTA. Em vídeo divulgado pela Paramount, ela fala sobre o seu trabalho e sua personagem.


“O que eu realmente queria retratar é uma mulher que desistiu de um pedaço de sua vida para um bem maior”, diz a atriz, referindo-se a Rose e sua família, em vídeo divulgado pela Paramount Pictures. “Um Limite Entre Nós” retrata a vida de Troy Maxson (Denzel Washington) e os conflitos que permeiam suas relações sociais e familiares. Casado com Rose, ele leva uma vida difícil, em uma América hostil aos negros. Quando seu filho Cory (Jovan Adepo) decide seguir carreira no beisebol - antigo sonho do pai - a convivência entre eles começa a ficar cada vez mais complicada.
O filme, que é um lançamento da Paramount Pictures, já se encontra em pré-estreia em alguns cinemas do Brasil e estreia oficialmente no dia 2 de março. Baseado na peça escrita pelo autor americano August Wilson, a história já havia sido interpretada no teatro por Viola e Denzel, que também assina a direção da versão para o cinema. Pelo trabalho, eles ganharam o Tony Awards de Melhor Ator e Melhor atriz, em 2010.
Eduardo Abbas. Tecnologia do Blogger.