Novos conceitos do airbag ZF aumentam o nível de segurança dos ocupantes de carros de passeio


  • Engenheiros da ZF já atuam de acordo com o novo teste de cenário de colisão da Administração de Segurança de Tráfego Rodoviário Nacional dos Estados Unidos (NHTSA);
  • Os passageiros do assento dianteiro ficam mais protegidos mesmo em casos de colisões extremas;
  • Testes com bonecos destacam o desempenho aprimorado da segurança do sistema inovador de airbag.

Texto e fotos: ZF

Para ajudar a reduzir os ferimentos no caso de uma colisão, a ZF está preparada para lançar diversos conceitos de airbag de passageiros inovadores, incluindo um sistema de airbag de cortina com recursos de design em formato de V ou U. O novo sistema de airbag da ZF é projetado para proteger melhor os ocupantes do assento dianteiro de ferimentos graves, mesmo quando o veículo é atingido de frente e no lado esquerdo a 90 km/h (56 mph). Esse cenário de teste de desempenho, conhecido como a 'barreira deformável móvel oblíqua' (OMDB) será adicionado pela Associação Nacional de Tráfego Rodoviário (NHTSA) no 'Programa de Avaliação de Novos Carros' dos EUA (US NCAP) para novos veículos de modelo ano 2019. Somente carros de passeio que passarem nessa nova norma de teste de colisão receberão 5 estrelas da U.S. NCAP.


Os testes de colisão realizados pela NHTSA estão entre os mais rígidos do mundo. A partir dos veículos de modelo ano 2019, a organização está planejando aumentar ainda mais o nível ao aplicar o teste de colisão OMDB desenvolvido a partir de cenários de acidentes oblíquos na América do Norte.
“Nosso novo sistema composto por airbags dianteiros e de cortina pode ajudar a melhorar o desempenho de segurança do veículo nesses cenários de teste de colisão. Os airbags de cortina são fornecidos com câmeras de airbag com formato especial em V ou U e disponibilizam maior proteção”, explica Dirk Schultz, Head de Desenvolvimento Global de Airbags e Geradores de Gás na Divisão de Tecnologia de Segurança Ativa e Passiva na ZF.
Os novos conceitos aproveitam a oportunidade de aprimoramento de airbags convencionais para ajudar a proteger melhor o ocupante no cenário OMDB. No fim das contas, esse teste envolve uma barreira móvel deformável com peso aproximado de quase 2,5 toneladas, que atinge um veículo imóvel a 90 km/h (56 mph) frontalmente em um ângulo de 15 graus e com uma sobreposição de 35%. Além desse teste de colisão OMDB, a NHTSA também irá implantar novos dispositivos de testes para bonecos de Limitações de Ocupantes e Veículos (THOR). “Eles são dispositivos de testes altamente sensíveis que registram com mais precisão como os acidentes afetam os ocupantes. Os dados abrangentes que nós coletamos ajudam a determinar onde focar para ajudar a melhorar a segurança”, diz Schultz.

A geometria única de airbag pode melhorar a segurança
No caso de uma colisão tipo OMDB, os novos airbags ZF têm uma função adicional que ajuda a impedir que as cabeças dos ocupantes dianteiros atinjam o painel ou a coluna A. Para alcançar esse desempenho, a ZF aprimorou os airbags de cortina instalados no revestimento do teto com um design de formato de bolsa única. Quando os airbags são acionados, uma almofada de segurança adicional se infla proximamente à cabeça do condutor. “Em séries de testes abrangentes, nós demonstramos que essa geometria inovadora de airbag ajuda a melhorar a segurança dos ocupantes. Ele é fornecido em um formato em V apontado ou um formato em U arredondado, dependendo do design do interior do veículo”, afirma Schultz.
Para ajudar a absorver melhor o movimento potencialmente extremo para a frente ou para a esquerda dos passageiros do assento dianteiro no caso de uma colisão frontal ou lateral acontecer, a ZF desenvolveu seu 'airbag para passageiros do assento dianteiro da célula paralela'. Ele apresenta um design único de câmera, com uma geometria especial que é expandida em direção ao centro do veículo. “Esse conceito revolucionário de airbag ajuda a absorver o movimento de rolagem de cabeça quando impacta o airbag em um certo ângulo – e é projetado para reduzir o risco de ferimentos na cabeça”, diz Schultz, ao descrever esse sistema inovador de airbag dianteiro.
Eduardo Abbas. Tecnologia do Blogger.