CINEMA: TRABALHO INTERNO: Trailer Nacional

Confira o trailer de TRABALHO INTERNO, da Disney, curta-metragem dirigido pelo brasileiro Leo Matsuda que estreia em 5 de janeiro de 2017, junto com Moana – Um Mar de Aventuras

Texto e fotos: Walt Disney Animation Studios

“Trabalho Interno” o novo curta do diretor estreante Leo Matsuda (storyboard artist de “Operação Big Hero”, “Detona Ralph”) é a história da luta interna entre o lado lógico e pragmático de um homem e sua outra metade aventureira e livre. Criado por uma equipe pequena na Walt Disney Animation Studios com um estilo único e acelerado que combina CG e animação tradicional desenhada à mão, o curta explora a importância de encontrar equilíbrio no dia a dia. “Trabalho Interno” estreia dia 05 de janeiro de 2017, logo antes de “Moana”, da Walt Disney Animation Studios.


LEO MATSUDA (Diretor) entrou para Walt Disney Animation Studios em 2008 como aprendiz no departamento de storyboard. Trabalhou como storyboard artist no filme mais recente da WDAS, “Zootopia”, assim como no filme vencedor do Oscar® de 2014 “Operação Big Hero”. Matsuda foi indicado ao Annie Award de Outstanding Achievement, Storyboarding em Produção de Animação por seu trabalho em “Detona Ralph”, indicado ao Oscar® de 2012.
Matsuda foi um dos 73 esperançosos que lançaram ideias ao WDAS Story Trust. O grupo foi reduzido a dez, depois quatro, e Matsuda no final foi selecionado para dirigir o novo curta. “Trabalho Interno” é especial para mim por que reflete diretamente um tema em minha vida com o qual muitas pessoas podem se identificar”, diz ele, “que é a constante batalha entre nosso coração e nosso cérebro”.
Antes de entrar para WDAS, Matsuda trabalhou no departamento de layout de personagens em “Os Simpsons – O Filme” na 20th Century Fox. Trabalhou como storyboard artist júnior em “Rio”, na BlueSky Studios, e foi estagiário de storyboard na Pixar Animation Studios.


Matsuda, que adorou desenhar a vida toda, decidiu buscar a animação como carreira aos 16 anos. Ele frequentou a CalArts, se formando em animação de personagens. “Walt Disney e Chuck Jones sempre foram uma grande inspiração para mim”, diz ele. “Ficava abismado com quanta emoção e entretenimento era possível de se obter movendo desenhos. Jamais vou esquecer quanta emoção senti ao assistir ‘Dumbo’”.
Natural do Brasil, ele tem descendência japonesa. Matsuda diz que seu lado japonês é todo certinho, enquanto que suas raízes brasileiras afloram o festeiro que há nele – então o diretor utilizou suas próprias experiências para criar “Trabalho Interno”. Ele admite, entretanto, que se fosse Paul, o personagem do curta, cujo cérebro luta contra o coração, talvez a história fosse diferente. “O lado do meu cérebro sempre fala mais alto”, diz ele.
Matsuda e sua noiva, que residem na região de Los Angeles, estão querendo adotar um gato da raça Scottish Fold e um cachorrinho Pug.


SEAN LURIE (Produtor) entrou para a Disney dez anos atrás como produtor na Disneytoon Studios. Ele produziu “Tinker Bell e o Tesouro Perdido” antes de ser promovido a vice-presidente de produção em 2010, quando supervisionou a produção dos filmes das franquias de “Aviões” e “Tinker Bell”. Lurie foi transferido para Walt Disney Animation Studios em 2014 como vice-presidente de desenvolvimento. Ele trabalhou na liderança do estúdio no filme vencedor do Oscar® de 2014 “Operação Big Hero”, assim como no sucesso desse ano “Zootopia” e no filme que vai estrear em breve “Moana”.
Lurie se inscreveu para produzir  “Trabalho Interno” após ouvir a apresentação do diretor como parte do programa de curtas da WDAS. “A sensibilidade no design e estilo fora do comum para contar histórias de Leo Matsuda são o que tornam esse curta especial”, diz Lurie. “O curta encontra formas bastante criativas de mostrar a importância de assumir riscos e encontrar tempo para curtir a vida. É alegre. É isso que eu adoro no curta”.
Antes de vir para a Disney, Lurie trabalhou como produtor/produtor técnico para Klasky Csupo, uma produtora de animação que fez filmes para Nickelodeon Movies e Paramount Pictures, incluindo “Os Thornberrys – O Filme”, “Rugrats em Paris – Os Anjinhos” e “Os Anjinhos – O Filme”, enquanto Lurie estava no cargo. Sua entrada na indústria da animação foi como artista de background em uma série chamada “Ataque dos Tomates Assassinos” em 1990.
Lurie nasceu em Burbank, Califórnia, defronte a Walt Disney Studios onde seu avô havia trabalhado com pós-produção no final dos anos 30 e início da década de 40. Lurie cresceu em Burbank e Malibu. O produtor, que diz que seu coração tende a vencer mais do que seu cérebro, reside em Burbank com sua esposa Jen e seus filhos Kaden e Collis.
Eduardo Abbas. Tecnologia do Blogger.