Air Liquide e startup chinesa firmam contrato para desenvolver frotas de caminhões elétricos movidas a hidrogênio

A Air Liquide, líder mundial em gases, tecnologias e serviços para a indústria e saúde e a startup chinesa STNE firmaram parceria para acelerar o lançamento de frotas de caminhões elétricos movidos a hidrogênio na China

Texto e fotos: Air Liquide

Esse contrato ajusta-se ao plano do governo chinês, que visa, sobretudo, apoiar o desenvolvimento e a venda de veículos elétricos movidos a hidrogênio, que proporcionam uma mobilidade limpa.


Por meio dessa parceria, a Air Liquide (www.airliquide.com.br) adquire uma participação minoritária de cerca de 10 milhões de euros da startup chinesa STNE (Shanghai Sinotran New Energy Automobile Operation CO., LTD.), uma plataforma logística para hidrogênio projetada para entregas urbanas de mercadorias, que atualmente opera uma estação de hidrogênio em Xangai e uma frota de 500 caminhões movidos a hidrogênio. Como parte deste contrato, a Air Liquide fornecerá à STNE o seu know-how em cadeia de suprimento do hidrogênio, desde a produção e estocagem até a distribuição, para acelerar o desenvolvimento da startup. A STNE pretende administrar uma frota de até 7.500 caminhões e uma rede de cerca de 25 postos de hidrogênio até 2020.
O hidrogênio é uma alternativa para os desafios do transporte limpo e contribui para melhorar a qualidade do ar. Utilizado em uma célula de combustível, o hidrogênio se mistura ao oxigênio do ar, gerando eletricidade. A água é o único elemento empregado neste processo. Além disso, o hidrogênio não causa qualquer tipo de poluição, já que não emite gases do efeito estufa, partículas ou ruídos. O hidrogênio apresenta ainda uma resposta concreta ao desafio da mobilidade sustentável e da poluição de áreas urbanas, principalmente em termos de logística. Na prática, o tempo para abastecer os caminhões movidos a hidrogênio é inferior a sete minutos, para uma autonomia de aproximadamente 400 quilômetros.
François Darchis, vice-presidente sênior e membro do Comitê Executivo da Air Liquide que supervisiona o setor de Inovação, comenta: “A parceria com a startup STNE contribui com o desenvolvimento de soluções em hidrogênio. Esse investimento, somado ao know-how industrial e tecnológico da Air Liquide no campo da energia de hidrogênio, permite que o Grupo contribua com a aceleração do lançamento de soluções eficientes para a transição energética na China”.
Eduardo Abbas. Tecnologia do Blogger.