Maio Amarelo: Abraciclo, Prefeitura Municipal de São Paulo e CET firmam parceria em prol da segurança do motociclista

Uma série de ações será realizada durante o mês, como MotoCheck-Up a partir do dia 15 e blitzes nas principais vias da capital paulista

Texto e fotos: SD&Press Consultoria

Aderindo ao “Maio Amarelo”, a ABRACICLO, Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares, a Prefeitura Municipal de São Paulo e a CET, Companhia de Engenhara de Tráfego, firmam parceira em prol da segurança do motociclista, no mês dedicado à conscientização e à direção segura.


Maio será marcado por uma série de ações, como a realização do MotoCheck-Up, de 15 a 19, o maior programa setorial de avaliação gratuita de motos e conscientização de trânsito da América Latina, e por blitzes educativas, nas principais vias que dão acesso às Marginais Pinheiros e Tietê. Essas atividades são ações da Abraciclo, que buscam a conscientização da condução responsável, sempre visando a segurança dos motociclistas.
“Em nossa avaliação, uma das contribuições dos fabricantes de veículos de duas rodas é incentivar que seus produtos sejam utilizados de forma correta, eficiente, com segurança e em respeito às regras e normas de trânsito. Isso só é possível, no entanto, se os condutores forem conscientizados e orientados sobre a importância de se praticar a Pilotagem Segura. As ações de conscientização devem ser contínuas. O mês de maio marca uma campanha muito importante”, afirma Marcos Fermanian, presidente da ABRACICLO.
O executivo comenta também sobre a limitação da circulação das motocicletas na pista central da Marginal Tietê, entre às 22h e 5h, anunciada pela Prefeitura de São Paulo. “A intenção desta limitação durante a madrugada, horário em que é grande o tráfego de caminhões na Marginal Tietê, visa preservar a segurança dos motociclistas, uma vez que houve aumento no número de ocorrências envolvendo estes dois veículos nesta via. Adicionalmente a esta decisão da Prefeitura de São Paulo, realizaremos o MotoCheck-Up e as blitzes educativas para somar às ações já promovidas durante o Maio Amarelo”, conclui Fermanian.

20º MotoCheck-Up
Como parte das ações, entre os dias 15 e 19 de maio, a Abraciclo promove a 20ª edição do MotoCheck-Up, maior programa setorial de avaliação de motos e conscientização no trânsito da América Latina. O evento, que pretende atingir cinco mil motociclistas, será realizado na Marginal Tietê, nos baixos da Ponte Governador Orestes Quércia, a “Estaiadinha”, no lado oposto ao Parque Anhembi, das 10h às 16h.
A ação contempla a avaliação gratuita das condições mecânicas de 21 itens da moto e demonstra, na prática, como deve ser realizada a pilotagem defensiva e o uso correto do sistema de frenagem. Para completar, acontece também a distribuição de brindes aos motociclistas participantes e a entrega de vales, que possibilitam a troca completa de óleo do veículo.
Segundo levantamento realizado ao longo das 19 edições do MotoCheck-Up, promovido pela entidade, o freio traseiro, com 33,4%, é o item que lidera as estatísticas de necessidade de reparo e/ou substituição nas motocicletas, seguido da relação (transmissão), com 27,4%, e freio dianteiro, com 27,3%.
Vale ressaltar que a ação não tem caráter de fiscalização, sendo destinada à conscientização dos motociclistas sobre a importância da condução segura.

Blitz Educativas
Em paralelo ao MotoCheck-Up, a entidade irá realizar 15 blitzes espalhadas pela cidade, nas principais vias que dão acesso ou estão relacionadas ao tráfego das Marginais Tietê e Pinheiros, como as avenidas Bandeirantes, Rebouças, Faria Lima, Tiradentes, Salim Farah Maluf, Aricanduva e Estrada do M’Boi Mirim, entre outras.
Serão três blitzes diárias em cinco dias, com a distribuição de 900 mil panfletos educativos. Os folhetos possuem cinco temas: sinalização durante mudança de faixa, o uso correto do equipamento de segurança, excesso de velocidade, uso do celular e o comportamento do condutor.
Juntamente com a CET, a entidade também está destinando 100 mil folhetos para o Sindipetro – Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado de São Paulo, que serão distribuídos para motociclistas e motoristas em postos de combustível da capital paulista.
Eduardo Abbas. Tecnologia do Blogger.