JBS Transportadora reduz impactos ambientais com monitoramento e descarte consciente de pneus

Unidade de negócios de transporte visa garantir a eficiência das frotas e estima reduzir de 15% a 20% os custos logísticos com manutenção

Texto e fotos: JBS

A JBS Transportadora, unidade de negócios que presta serviços de transporte para a JBS e empresas parceiras, inovou o sistema de rastreamento e de gestão de suas frotas. Aliado ao reuso consciente e ao descarte responsável dos pneus, o objetivo da Companhia é garantir sua competitividade nacional ao reduzir custos e minimizar os impactos à natureza.


A JBS Transportadora possui mais de 1.100 caminhões em sua frota e todos eles são rastreados por satélite. Quanto aos pneus, são enquadrados em um sistema inovador que controla a profundidade do sulco de qualidade, quilometragem e desgastes, por meio de profundímetros acoplados aos tablets com o software do gerenciamento. Isso permite, remotamente, a tomada de decisões estratégicas, táticas e operacionais e um ciclo otimizado do equipamento para dimensionar, em tempo real, o uso do "par perfeito" de pneus nos veículos. Além de minimizar os impactos ambientais, a empresa estima reduzir de 15% a 20% os custos logísticos com a manutenção da frota.
“Temos mais de 32 mil pneus em uso em todo o Brasil. Fazemos o controle ativo de cada pneu, desse modo conseguimos saber quantos quilômetros ele rodou e até quando podemos utiliza-lo. Também conseguimos diminuir custos de equipe, pois a demanda frequente com manutenção e calibragem é reduzida”, explica Ricardo Gelain, diretor da JBS Transportadora.
A empresa tem 35 filiais distribuídas pelo País e possui o compromisso sustentável com a redução das emissões de gás carbônico na atmosfera. O sistema de escapamento de toda a frota de caminhões é equipado com o composto químico Arla 32, que reduz significativamente os impactos ambientais. Além disso, a JBS Transportadora renova a sua frota a cada três ou quatro anos, de forma que seja mantida a excelência não só na parte mecânica, mas também de ergonomia e conforto ao volante para os colaboradores.

Reuso e descarte responsável
Para aumentar a vida útil dos pneus, que é de um ano e meio, o recape é feito duas vezes e, posteriormente, são encaminhados para um descarte responsável. Atualmente, a JBS Transportadora reforma cerca de 1.100 pneus por mês e envia aproximadamente 400 unidades de inservíveis para uma entidade sem fins lucrativos criada pela indústria de pneumáticos, em Araraquara (SP), que é responsável pela destinação correta do material.
No Brasil, uma das formas mais comuns de reaproveitamento dos pneus inservíveis é como combustível alternativo para as indústrias de cimento. Eles também podem ser utilizados na fabricação de solados de sapatos, asfalto, borrachas de vedação, tapetes de carro, dutos pluviais, pisos para quadras poliesportivas ou pisos industriais.
Eduardo Abbas. Tecnologia do Blogger.