TURISMO: Os sabores da cozinha creole em Seychelles

Situado no meio do que já foi uma das maiores rotas de comércio mundial, onde eram trocados diversos tipos de especiarias e bens, está o arquipélago de Seychelles, no Oceano Índico

Texto e fotos: Global Vision Access

Por conta disso, a rica gastronomia creole do país reflete a origem de todas as culturas e nacionalidades que passaram por ali. Quatro mundos distintos entre si, África, China, Europa e Índia, se fundiram e formaram novos modos de vida e diversas etnias e essa mistura de povos resultou em uma deliciosa e variada cozinha.


Cada uma dessas regiões contribuiu com um ou mais ingredientes, que fazem parte de sua cozinha típica. A Índia trouxe consigo variados tipos de curry. Da China vieram pratos feitos com arroz, vegetais fritos e macarão com peixes cozidos no vapor. A França contribuiu com misturas aromáticas de alho e ervas e Madagascar, na costa africana, levou o leite de coco e a mandioca. Tais influências, somadas aos peixes e frutos do mar em abundância do Oceano Índico e às frutas e vegetais tropicais que crescem nas preservadas florestas de Seychelles, fazem com que a gastronomia creole seja muito apreciada pelos visitantes.
Viajar a Seychelles é fazer uma imersão de sentidos e é difícil falar do local sem mencionar todas as cores vibrantes e perfumes que estão ali. As frutas e vegetais frescos e orgânicos, por exemplo, contribuem para essa imersão. Há uma abundância de coco, papaia, abacaxi, limão, banana, mandioca, abóbora, berinjela, jaca, fruta-pão e muito mais crescendo nas ilhas. E a gastronomia creole utiliza esses sabores para criar pratos nutritivos e muito saborosos.
O viajante que estiver em Seychelles não pode deixar de experimentar alguns quitutes típicos, como o kari zourit (um curry cremoso de polvo com leite de coco), a tectec soup (uma sopa feita com um pequeno marisco branco encontrado nas praias e normalmente feita com abóbora também) ou o peixe red snapper grelhado com molho creole. Os doces, bolos e geleias de frutas também são imperdíveis, como o ladob, uma mistura de bananas, mandioca e batata doce cozidas no leite de coco.
Há uma diversidade grande em sabores na gastronomia seychellois, inclusive nas saladas. Os pratos creole normalmente apresentam pimentões para acompanhar a refeição e um chutney de maçã ou manga. As especiarias e temperos também são muito presentes na comida, como a baunilha, noz-moscada, leite de coco, capim limão e a canela.
Por tudo isso, Seychelles oferece uma deliciosa seleção de iguarias e sabores, com pratos atraentes e coloridos, que deixam qualquer viajante ainda mais encantado pelas ilhas.
Eduardo Abbas. Tecnologia do Blogger.