COLUNA DO BORRACHA: Fim de treinos começo de temporada

A Fórmula 1 encerra a pré em Barcelona e a Indy já inicia sua jornada na Flórida, o que vai faltar em uma sobra na outra

Texto: Eduardo Abbas
Fotos: indycar.com, f1.com

A maior categoria do automobilismo mundial passou a régua e agora vai esperar duas semanas para abrir o campeonato na Austrália no dia 26, claro que ainda existe dúvida quanto ao desempenho dos carros, mas como tem muita gente escondendo o jogo, pouca coisa deve mudar na disputa, a briga mesmo vai ficar no pelotão intermediário.


A Mercedes parte com sua dupla para ser a favorita, apesar de não ter ficado na frente na segunda etapa de treinos, a equipe alemã geralmente não gosta de mostrar o que tem na manga. Bottas e Hamilton devem disputar o campeonato sem muito equilíbrio, o finlandês está chegando e o inglês já é dono do pedaço, mas existe a promessa de pegas mais ferozes entre os dois.


A Ferrari foi o grande destaque, seus carros foram os mais rápidos e os italianos já começam com aquela palhaçada de esconder os “segredos”, se bem que o passado condena os italianos que sempre foram os campeões da pré-temporada e na hora “H” literalmente mijaram fora do penico. De qualquer maneira, o tempo que o Kimi conseguiu foi com pneus supermacios, diferentemente dos outros que usaram os ultramacios, isso é um indicativo muito interessante.


Quem claramente está escondendo o jogo é a Red Bull, seus tempos ficaram muito abaixo do esperado e seu desempenho foi modesto, mas eu já vi esse filme antes quando o Vettel ganhou 4 campeonatos, nunca deram pistas que estavam bem e de repente eram a sensação do ano. Ricciardo e Verstappen vão dar trabalho, ah isso vão!


A ridícula Williams se meteu ali no meio, mas tá na cara que é mais para tomar uma grana do “paitrocinador”, como um piloto faz seu melhor tempo de ultramacio e o outro de macio? O coitado do Lance Stroll vai ser o marmitão da temporada, papai tem muita grana e será dele a fonte de renda para os Williams sempre se socorrerem quando a equipe estiver indo para as cucuias.


As outras equipes fizeram o que era possível e pouco mostraram, mas a campeã da besteira é a McLaren, mais uma vez erraram no carro e continuam querendo culpar o motor. Pode ser que a Honda tenha se perdido, não achou o caminho para essa configuração, agora convenhamos, errar três anos seguidos não é coisa de japonês.


Minha fonte na equipe garantiu que eles estavam escondendo o jogo e que seriam fortes nesse segundo teste, não foi o que aconteceu, eu questionei e soube que o problema não vai ser resolvido tão rapidamente: fizeram um chassi para um tipo de motor e os japoneses um motor para outro tipo de chassi, ou seja, quem vai refazer o que? Enquanto isso, chupa Alonso.


O engraçado é que na Fórmula Indy, que teve sua primeira etapa em Homestead no fim de semana, a Honda mostrou força e garantiu a vitória do francês Sebastien Bourdais em uma prova sensacional: ele saiu de 21º e último lugar para vencer a corrida!


São coisas que só podem acontecer na Indy, sabemos que a técnica dos pilotos não é tão grande quanto aquela dos que estão na Fórmula 1, os carros são velozes e muito diferentes, mas a tática dos americanos é quase que insuperável em termos de competição. Sou fã da categoria, acho que eles nunca esqueceram aquela coisa do “sonho americano”, a terra das oportunidades abre suas portas para todos, ou pelo menos abria.


Para desespero do Trump, Bourdais venceu, o francês campeão do ano passado Simon Pagenaud chegou em segundo e o neozelandês Scott Dixon ficou em terceiro, nos dez primeiros lugares 7 motores japoneses e agora eles vão dar uma pausa até o dia 9 de abril para retomar o campeonato em Long Beach.


Vou ficando por aqui, na semana que vem vou fazer um balanço dos treinos da MotoGP que vai começar sua temporada também no dia 26, tá na hora de saber quem fez um bom e um mau negócio com as motos.


Beijos, queijos e aproveite a vida!
Eduardo Abbas. Tecnologia do Blogger.