REPÓRTER EXPO: “My kind of town, Chicago is”

Frank Sinatra gravou essa música  de Jimmy Van Heusen com letra de Sammy Cahn em 1964 e desde então é praticamente um hino da cidade. “Meu tipo de cidade, Chicago é” foi inclusive cantada por ele na sua última apresentação pública em 1995

Texto: Carlos Lua
Fotos: Chicago Auto Show


Pergunte por aí e você vai ver que Chicago como cidade, tem uma legião enorme de fãs e uma quantidade maior ainda de motivos para tal. De econômicos a culturais até esportivos e arquitetônicos a apelidada “Windy City” (às margens do Lago Michigan, o único dos Cinco Grandes Lagos que fica totalmente dentro do território dos Estados Unidos) é especial.


Se você fizer outra enquete, essa sobre o Chicago Auto Show, e perguntar para jornalistas especializados, ou simplesmente olhar para os grandes lançamentos que aconteceram lá este ano, muita gente vai dizer que é fraco. “É que ele fica espremido entre os Auto Shows de Detroit e de New York” dizem “que é onde os grandes lançamentos são feitos, em Chicago é mais sobre edições especiais”.


Mas o Chicago Auto Show continua sendo muitíssimo importante porque tem um apelo muito grande junto ao público, exatamente aquele que interessa o que realmente compra carros! É que com o enorme espaço que tem à disposição e com o maior tráfego de pessoas que sempre traz, garante que mais pessoas entrem, sentem nos carros e comecem a se entusiasmar. É um Auto Show que garante mais “sentadas”   de pessoas interessadas.


E temos ainda os números frios que comprovam isso, já que mais de 65% dos visitantes pretende comprar um carro novo nos próximos 12 meses! Foi assim que apareceram por lá este ano


A Nissan com seis modelos da Edição Midnight (preto, branco, cinza e vermelho em diferentes quantidades), a Mitsubishi com a linha Outlander Sport Limited Edition, a Infiniti com dois modelos da Edição Signature com os acessórios “mais desejados” como rodas de 22 polegadas, interior em couro bege e  mais uma porção de itens de segurança que inclui até detenção de pedestres.


Sem esquecer da Toyota com acabamento TRD Sport para a Sequoia e a Tundra (modelo de ciclo intermediário) no acabamento com uma nova grade e na mecânica com amortecedores Bilstein, rodas de 20 polegadas, barras estabilizadoras e um jeitão inteiro mais esportivo.


É assim que segue forte o Chicago Auto Show, como diria Frank Sinatra, “My kind of show, Chicago is” e amanhã tem mais.

Eduardo Abbas. Tecnologia do Blogger.