Orikassa inicia 2º mandato à frente da AEA

Novas políticas industriais do setor, a última etapa do Inovar-Auto, manufatura avançada (Indústria 4.0) e o Programa Brasileiro de Combustíveis, Tecnologias Veiculares e Emissões (PCVE) estão entre as prioridades da entidade em 2017

Texto e fotos: Textofinal Comunicação

Para o biênio 2017/18, o presidente da AEA – Associação Brasileira de Engenharia Automotiva, Edson Orikassa, apresentou ontem, 16, a renovação parcial da nova diretoria que vai priorizar, neste momento importante do setor automotivo brasileiro, entre outros temas, os debates sobre as novas políticas industriais, a última fase do Inovar-Auto, manufatura avançada (Indústria 4.0) e o Programa Brasileiro de Combustíveis, Tecnologias Veículos e Emissões (PCVE).


A nova diretoria da AEA tem Marcos Clemente (vice-presidente), Alfredo Castelli (Eventos), Anderson Suzuki (Comunicação), Carlos Sakuramoto (Manufatura), Eugenio Coelho (Marketing), Flavio Sakai (Conectividade), Gilmar Laigner (Novas Políticas Setoriais), Jefferson Oliveira (Pós-Venda), João Irineu Medeiros (Emissões e Consumo – Leves), Marcelo Massarani (Universidade), Marcello Depieri (Acreditação de Laboratório), Marcio Azuma (Emissões e Consumo – Motos) Marcos Vinicius Aguiar (Relações Institucionais e interino de Segurança Veicular), Nilton Monteiro (Diretor Adjunto), Paulo Jorge Antonio (Emissões e Consumo – Pesados), Rodrigo Giglio (Fora de Estrada e Estacionários), Rogério Gonçalves (Combustíveis), Sidney Oliveira (Administrativo e Finanças) e Simone Hashizume (Lubrificantes).
Eduardo Abbas. Tecnologia do Blogger.