CINEMA: Andrew Garfield fala sobre sua atuação em Até o Último Homem, drama de guerra dirigido por Mel Gibson

Com Teresa Palmer, Sam Worthington e Vince Vaughn, longa remonta história real da Segunda Guerra Mundial

Texto e fotos: Diamond Films

Até o Último Homem (Hacksaw Ridge, USA, 2016), chega aos cinemas brasileiros no dia 26 de janeiro, sob a direção de Mel Gibson. O drama de guerra, baseado em uma história real traz Andrew Garfield (O Espetacular Homem-Aranha, Rede Social), como o médico do exército Desmond T. Doss que, mesmo sem usar armas, resgatou 75 homens na batalha de Okinawa, durante a Segunda Guerra Mundial.


Garfield, indicado ao Globo de Ouro 2016 por sua atuação em Até o Último Homem, revela gratidão pela oportunidade de trabalhar com um personagem de integridade inquestionável: “Não houve qualquer hesitação quando eu li o roteiro, mas a responsabilidade em honrar sua vida e realizações. Desmond era uma pessoa com princípios diferentes e tratou o inimigo com tanto cuidado quanto os seus companheiros americanos”.
Além disso, o ator estava igualmente entusiasmado em poder trabalhar com Gibson, já que, para ele, o diretor tem sido um verdadeiro destaque do seu tempo dentro do cinema. "Mel conta histórias de uma maneira bonita e convincente. Ele é um pouco como Doss, tem essa verdadeira inocência e pureza. Ele é sincero e apaixonado”, menciona.
Com roteiro da experiente dupla Andrew Knight (Promessas de Guerra) e Robert Schenkkan (O Americano Tranquilo), Até o Último Homem traz também no elenco Teresa Palmer (Meu Namorado é um Zumbi), Sam Worthington (Avatar), Vince Vaughn (De Repente Pai), Luke Bracey (O Melhor de Mim), Rachel Griffiths (Ela dança. Eu danço), Ryan Corr (Promessas de Guerra) e Hugo Weaving (Matrix).
Eduardo Abbas. Tecnologia do Blogger.