Caminhão com tecnologias da WABCO é campeão do Dakar 2017

A WABCO é parceira de longa data para o fornecimento de tecnologias de alto desempenho para a Kamaz-master, equipe russa que já ganhou por quatorze vezes o enduro, nesta edição, caminhões da Kamaz conquistaram as duas primeiras posições

Texto e fotos: WABCO

A WABCO, fornecedora global líder em tecnologias que melhoram a segurança, a eficiência e a conectividade de veículos comerciais, é fornecedora de inúmeras de suas mais avançadas tecnologias de segurança de alta performance para a Kamaz-master, a equipe russa de competições de caminhões fora de estrada e campeã do rali Dakar 2017. Este ano, a fabricante russa Kamaz competiu com quatro caminhões e finalizou o enduro na primeira, segunda e quinta posições. A Kamaz-master é a equipe que mais ganhou títulos na competição, no total de quatorze.


Desde 1997, as tecnologias pioneiras de segurança WABCO fornecidas para a Kamaz têm contribuído significativamente para o sucesso contínuo da equipe. Em 2017, a WABCO equipou caminhões pesados da Kamaz-master com tecnologias líderes de mercado, tais como compressores de ar, secadores de ar, câmaras de freio, válvulas do circuito pneumático, servo embreagens e sistemas de suspensão pneumática controlada eletronicamente (Electronically Controlled Air Suspension – ECAS).
O Dakar 2017 na América Latina terminou em 14 de janeiro, em Buenos Aires (Argentina). Desde a largada simbólica no dia 1º, em Assunção (Paraguai), a equipe da Kamaz-master teve participação notável durante as provas desafiadoras das doze etapas do enduro, que teve início no dia 2. O Dakar 2017, uma das mais difíceis corridas de resistência do mundo, teve percursos no Paraguai, Bolívia e Argentina.
O Dakar impõe o mais exigente teste tanto para equipes quanto para veículos. Esta foi a 39ª edição e teve 59 nacionalidades representadas, com mais de 500 pilotos em cerca de 300 veículos (motos, carros, caminhões e quadriciclos – com vitória de pilotos brasileiros). O torneio já teve 29 países sede, cinco deles na América do Sul.
Eduardo Abbas. Tecnologia do Blogger.