TURISMO: O espírito barroco de Praga

É o barroco que faz com que Praga seja tão especial. Basta fazer um passeio para entender porque

Texto e fotos: CCCR — CzechTourism

Praga e o barroco é uma combinação que atrai os visitantes de todo o mundo, na República Tcheca. Este estilo arquitetônico cheio de emoções, dramas e adornos deixou uma marca indelével na aparência da cidade. Que se reconhece em igrejas, palácios e casas locais cuja beleza singular, dada pelos arquitetos barrocos ,brilha, seduz, conquista. O barroco de Praga é um conceito por si só.


Novo Mundo e Hradčany
Vale a pena começar o caminho do barroco de  Praga por onde um turista não iria. Como o discreto e pitoresco bairro Nový svět  (Novo Mundo) que fica muito perto do Castelo de Praga. Muitos dos seus habitantes consideram este o bairro mais bonito de Praga e, sem dúvida, aqui não se vê turistas. Fica escondido num labirinto de ruas estreitas e casinhas medievais e sua joia barroca é a casa “U Zlatého hroznu” (um cacho de ouro) e lembra um pequeno palácio.
A partir de Nový svět só há um pequeno caminho até a Praça do Loreto (Loretánské náměstí) onde há duas importantes construções barrocas. A maior é o Palácio de Černín (Černínský palác), e a mais antiga é o Loreto, uma construção religiosa formada por claustros, a Igreja do Nascimento da Virgem Maria e a torre com seu famoso carrilhão construído em 1626.
Poucos sabem que a fachada barroca foi criada quase cem anos mais tarde e seu autor foi o célebre arquiteto barroco Christoph Dientzenhofer junto com seu filho Kilián Ignaz.
Muito perto da Praça do Loreto fica a Praça Hradčany, onde se encontra a coluna barroca da peste, o Palácio Toscano e, principalmente, o Palácio do Acerbispado, domicilio dos arcebispos de Praga  e uma das mais importantes construções barrocas de  Praga.

Bairro Pequeño (Malá Strana)
Do Castelo de Praga indo diretamente para baixo chega-se ao bairro de Malá Strana, onde seguramente se encontra a maior concentração de construções barrocas de Praga. Seu símbolo, e provavelmente o símbolo barroco de toda a Cidade, é a Igreja de São Nicolau (kostel sv. Mikuláše). Kilián Ignaz Dientzenhofer  terminou o trabalho de seu pai, o padre Christoph. A parte mais impressionante de toda a obra é o campanário, de onde se vê vistas espetaculares do núcleo histórico da cidade. No interior da igreja, tudo que se pode esperar do Barooco: um espetacular jogo de luzes e sombras, afrescos, rica decoração escultórica e cúpula com quase 80 metros de altura com candelabro.

Jardins e o Menino Jesus
O barroco não se limitava às construções. O estilo Barroco também pode estar presente na estrutura dos jardins. A prova disso é um dos mais bonitos jardins barrocos da Europa: o Jardim de Vrtbov (Vrtbovská zahrada). É um oásis de paz no meio do burburinho da Cidade onde os únicos momentos dramáticos experimentados será admirar as emotivas esculturas de Matyáš Bernard Braun. Perto dali fica a igreja que abriga o Menino Jesus de Praga. Outro lugar é o maior palácio barroco de Praga, o de Valdštejn, um magnifico edifício que, no seu tempo, superou até o Castelo de Praga em suntuosidade e decoração luxuosa e que hoje em dia é a mansão do Senado da República Tcheca. O palácio está aberto ao público nos fins de semana com entrada grátis. Os jardins podem ser visitados, também gratuitamente, todos os dias e na impressionante sala do térreo, durante a temporada de verão, há concertos e outros eventos culturais.


Cidade Velha
Cruzando a  Ponte Carlos (Karlův most), decorada com trinta estátuas barrocas, atravessando o rio  Moldava (Vltava), chega-se às ruelas da Cidade Velha (Staré Město). Imediatamente depois da ponte fica o grande complexo barroco  Klementinum, que antigamente era um Colégio Maior Jesuíta e hoje é a Biblioteca Nacional da República Tcheca  (Národní knihovna). Segundo os votos obtidos pelo site Bored Panda em 2015, esta biblioteca do Klementinum é a mais bonita do mundo. Se os votos  foram baseados nos afrescos, nas estantes decoradas cheias de livros antigos, globos valiosos ou todos juntos, certamente não importa. O importante é que, além da biblioteca barroca, ainda é possível visitar a Torre astronômica, com vista para o centro histórico de Praga
Caminhando pelo Palácio Clam-Gallas , construído  com base no projeto realizado pelo arquiteto barroco mais importante da Áustria, Johann Bernhard Fischer von Erlach, chega-se à Praça da Cidade Velha, o centro turístico de Praga, onde também há importantes monumentos barrocos. A Catedral de São Nicolau (Chrám sv. Mikuláše) (a coincidência de nomes com a Igreja de São Nicolau no bairro de Malá Strana é mera coincidência  e frequentemente resulta em confusão) e a Basílica de São Jacó (bazilika sv. Jakuba). Na sua ala norte, está a tumba barroca do conde  Jan Václav Vratislav de Mitrovice,  considerada  a mais bonita do país.
Eduardo Abbas. Tecnologia do Blogger.