TURISMO - 2017: Ano da beleza e magia da arte barroca na República Tcheca

2017 será o ano dedicado ao  Barroco na República Tcheca, com experiências imperdíveis

Texto e fotos: CCCR — CzechTourism

Enquanto 2016 foi dedicado ao Imperador Carlos IV comemorando 700 anos de seu nascimento e com foco na promoção da arte, cultura, costumes e destinos relacionados com o período gótico (Kutna Hora, Karlštejn, Karlovy Vary, Loket),  2017 será dedicado ao legado barroco da República Tcheca, à sua magia, mistério, fé e beleza.


Os séculos XVII e XVIII foram muito importantes para a sociedade do Reino Tcheco. O fim da guerra de 30 anos levou à era da grande construção: novos palácios ostentosos com amplos parques e jardins, igrejas e mosteiros católicos impressionaram, destacando misticismo e grandiosidade;  os centros das principais cidades, danificadas pela guerra, foi embelezado com novas casas burguesas e praças  com fontes e colunas comemorativas. Os arquitetos mais proeminentes foram Carlo Lugaro, Matias Braun, Christian e Kilian Ignac Dietzenthofer ou Jan Blazej Santini Aichel quem  criou seu propio estilo  barroco-gótico. A música barroca  foi representada por  grandes compositores europeus como Johann Sebastian Bach, Antonio Vivaldi, Georg Friedrich Händel e pelos tchecos  Josef Myslivecek e Jan Dismas Zelenka. Na pintura os mais famosos eram Caravaggio, Rubens e Rembrandt que inspiraram os artistas tchecos como Petr Brandl. Entrel os personagens da  vida política e religiosa da época, muitos deles grandes mecenas da  arte, destacam-se varios tchecos como o general Albrecht de Walenstein, conde Francisco Antonio Spork, as familias nobres de Czernin, Schwarzenberg, Dietrichstein e Liechtenstein ou Giacomo Casanova que passou os  últimos anos de sua vida no Reino Tcheco e está enterrado em Duchcov, cidade ao norte de Praga.

Destinos onde a arte barroca deixou seu importante legado serão o foco da promoção de 2017 na América Latina


Em Praga, sente-se o Barroco em todas as ruas e praças do centro histórico. A Igreja de São Nicolau em Malá Strana, os jardins do palácio e da Igreja do Loreto, no bairro de Hradčany, estátuas na ponte Carlos, o Palácio Walenstein  a escola jesuíta "Klementinum" e o  palácio Troja.


O ossário e a igreja do mosteiro da Ordem cisterciense em Sedlec - Kutná Hora (60 km de Praga),  juntamente com a Igreja Santuário de São João de Nepomuceno em Zelena Hora (Montanha Verde) são as obras do grande arquiteto Santini Aichel de estilo barroco-gótico, um Patrimônio Mundial pela UNESCO.


O Teatro Barroco do Castelo de Cesky Krumlov (UNESCO) é considerado o teatro funcional mais antigo e mais bem preservado do mundo. Também os jardins do castelo com fonte em cascata, palácio Bellaire e a caverna chamada "Grotta" é um exemplo único da arte barroca. Perto de Cesky Krumlov fica a aldeia de Holašovice com o conjunto de  casas em estilo barroco rústico (UNESCO).


O complexo de Kuks chamado “A Ilha Barroca”, paisagem artística com estátuas monumentais de Matias Braun, Igreja da Santíssima Trindade, hospital  para soldados aposentados e a única farmácia barroca, reflete o senso de beleza, mistério e união perfeita entre arquitetura e natureza tão típico para o pensamento barroco.


Na Morávia,  representam o Barroco a Coluna da Santísima Trinidade em Olomouc (UNESCO), centro religioso de Morávia e sede do arcebispado; o palácio arcebispal com Jardim Inglês e floral em Kromeriz (UNESCO); o Palácio Valtice que faz parte do complexo é parte da paisagem artístico- romântica  de Lednice-Valtice (UNESCO); Estações da Via Crucis  e a Colina Santa, em  Mikulov, sede da região vinícola mais importante do país.

Eduardo Abbas. Tecnologia do Blogger.