COMER & BEBER - Tannat Tasting Tour passa por capitais brasileiras com degustações em torno da uva emblemática do Uruguai

Na semana de 17 a 21 de outubro, a Wines of Uruguay, com o apoio do Instituto Nacional de Viticultura do Uruguai (INAVI), realiza no Brasil a edição 2016 do Tannat Tasting Tour, que vai desembarcar em quatro capitais promovendo degustações em torno da Tannat, a uva ícone do país

Texto e fotos: Tannat Tasting Tour

Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), São Paulo (SP) e Florianópolis (SC) são as cidades que receberão 22 das mais importantes vinícolas uruguaias.


Profissionais, imprensa e formadores de opinião poderão apreciar as novidades e os destaques das vinícolas: Alto de la Ballena, Antigua Bodega Stagnari, Ariano, Artesana Winery, Bracco Bosca, Casa Grande Arte y Viña, Castillo Viejo, El Capricho, Establecimiento Juanicó, Familia Dardanelli, Familia Traversa, Finca Narbona, Garzón, H. Stagnari, Juan Toscanini e Hijos, Marichal, Montes Toscanini, Pisano, Pizzorno Family States, Rodríguez Bidegain, Viña Eden e Viña Progreso.
Representando uma fatia de 47% nas exportações de rótulos do Uruguai, o Brasil ocupa o primeiro lugar no ranking de países que mais consomem o vinho uruguaio. Em 2015, o consumo ultrapassou 1,3 milhão de litros, principalmente de vinhos elaborados com a uva Tannat.
Originária da região de Madiran, ao sudoeste da França, a variedade é cultivada no Uruguai desde 1870 e se adaptou às condições de solo e clima perfeitamente, tornando-se a uva-símbolo do país.
Seu cultivo é concentrado em áreas geograficamente privilegiadas, com produções familiares e colheitas 100% manuais. A variedade resulta em vinhos encorpados, com aromas e sabores de frutas escuras e especiarias. Apresentando alto teor de taninos, a Tannat é reconhecida por apresentar níveis elevados de resveratrol, antioxidante que ajuda a prevenir doenças cardíacas e o envelhecimento das células. Mas o Uruguai também comprova que vai além da Tannat, trazendo ao Brasil rótulos elaborados também com a Albariño, uva que vem se adaptando de forma excelente ao terroir uruguaio.
“Ampliamos o Tannat Tasting Tour em 2016, pois há um movimento significativo durante o evento, possibilitando o contato das marcas uruguaias com alguns dos principais restaurantes, hotéis, sommeliers, lojas e supermercados de quatro importantes e expressivos mercados brasileiros”, explica José María Lez, presidente da INAVI.
Na relação entre Brasil e Uruguai, é importante destacar o essencial papel do enoturismo, que apresentou um crescimento considerável nos últimos 5 anos. Em 2015, os turistas brasileiros representaram 14,5% dos quase 3 milhões de visitantes que desembarcaram no Uruguai. ‘Los Caminos del Vino’, associação formada por 18 vinícolas que trabalham pelo desenvolvimento do enoturismo no Uruguai, participa pela primeira vez em uma edição do Tannat Tour.
“O enoturismo está crescendo enormemente, principalmente por causa dos jovens empreendedores, em sua maioria terceira ou quarta geração de produtores, que tomaram este desafio como uma nova oportunidade de apresentar ao mundo o que estamos fazendo. Ainda temos muito para trabalhar e ter a oportunidade de apresentar a nossos amigos brasileiros as nossas atividades é muito importante para nós”, explica Francisco Pizzorno, presidente da associação de enoturismo.
Eduardo Abbas. Tecnologia do Blogger.